Clínica

  • A terapêutica para a insuficiência cardíaca deve ser continuada de forma indefinida em doentes com miocardiopatia dilatada recup

    Em 40% dos doentes com miocardiopatia dilatada (MCD) , assintomáticos e com função ventricular recuperada (FE> 50%) que suspenderam a medicação, ocorreu uma recidiva, a maioria ocorrendo nas primeiras 8 semanas após a última toma de (...) 

    Foi apresentado na Sessão Científica da AHA 2018 e publicado no The Lancet os resultados do ensaio TRED-HF, que pretendia investigar o resultado da suspensão de terapêutica em doentes com miocardiopatia dilatada (DCM) com função ventricular esquerda (VE) recuperada (assintomáticos, FEj ≥50%, diâmetro telediastólico do VE [DTDVE] normal e NTproBNP < 250ng/L), por um período de 6 meses, com endpointprimário recidiva da DCM (redução da FEj > 10% para < 50%, um aumento no DTDVE > 10%, um aumento do NTproBNP > 400ng/L ou evidência clínica de IC=). Os autores conseguiram a suspensão de terapêutica em 50% dos doentes, e desses, 40% tivera...

Destaque

  • LDL-C >160 mg/dL: nova indicação para tratamento nos doentes de baixo risco?

    Num estudo de grande dimensão (mais de 36000 doentes, seguidos durante quase 27 anos) em doente com baixo risco cardiovascular, os doentes com LDL-C 160-189 mg/dL apresentaram, em comparação com os que tinham LDL-C < 100 mg/dL, maior risco de mortalidade CV (HR= 1,7) e não apenas os que tinham LDL-C > 190mg/dL 
 

Essencial

Seleção

Apresentações